Alimentos orgânicos reduzem risco de câncer

27/10/2018

Um estudo publicado nesta segunda-feira (22), na revista JAMA Internal Medicine (Journal of the American Medical Association) mostra que a alimentação à base de produtos orgânicos reduz o risco de desenvolvimento do câncer.

A pesquisa, liderada pela epidemiologista Julia Baudry, do Institut National de la Sante e de la Recherche Medicale, na França, analisou a dieta de 68.946 adultos franceses, sendo a maioria, mulheres acima de 40 anos.

As análises foram realizadas por um período de, aproximadamente, quatro anos e meio.

Os voluntários foram divididos em quatro grupos, de acordo com a quantidade de refeições com produtos orgânicos, incluindo frutas, legumes, carne, peixe, refeições prontas, óleos e condimentos vegetais, suplementos alimentares e outros produtos.


Agrotóxico, o perigo invisível: a maior indenização do Brasil
Rastreáveis, câncer de próstata e de mama são mais frequentes no país
Ministério da Agricultura vê aprovação de PL de pesticidas em 2019, diz secretário
Mortes por câncer chegarão a 9,6 milhões este ano, indica OMS
Durante o período analisado, foram registrados 1.340 casos de câncer entre os participantes, sendo o câncer de mama o mais frequente (459) seguido pelo câncer de próstata (180), câncer de pele (135), câncer colorretal (99) e linfomas não-Hodgkin (47).

De acordo com os resultados do estudo, foi notado que, aqueles que ingeriam mais alimentos orgânicos do que alimentos cultivados de maneira tradicional (com pesticidas e agrotóxicos), apresentaram 25% menos chance de desenvolver qualquer tipo de câncer, 73% menos risco de desenvolver linfoma não-Hodgkin e 21% menos chance de desenvolver câncer de mama após a menopausa.

Segundo os pesquisadores, a diminuição de risco de câncer, provavelmente, está associada à quantidade de agrotóxicos e pesticidas utilizadas no cultivo convencional dos alimentos. Sem tais substâncias, o risco de desenvolvimento da doença é menor quando comparado aos riscos presentes no alimento com agrotóxicos.


O cachorro é o melhor amigo do homem. Com essa máxima várias pessoas podem concordar e muitos inclusive têm o seu próprio cão para fazer companhia. Os cães podem ter muitas serventias. Além de nos acompanhar e alegrar ambientes, eles podem ajudar pessoas cegas, ajudar em tratamentos de doenças e até mesmo serem funcionais em guerras. Tudo depende...

Se pensarmos em uma cobra gigante com certeza nos lembraremos da anaconda. A cobra fictícia era gigante e imperdoável com suas vítimas. Ela foi inspirada na nossa sucuri, que não é gigante como a cobra de Hollywood. Sendo assim, sabe-se que há cerca de 60 milhões de anos uma cobra bem maior habitou o nosso planeta.

Se você convive com um amigo de quatro patas, com certeza já se perguntou até que ponto ele entende o que você diz. Movidos pela curiosidade, pesquisadores da Universidade Emory, nos Estados Unidos, analisaram o comportamento de cães e chegaram a algumas conclusões que podem respondem algumas das suas perguntas.